A estabilidade significa que a empresa não pode demitir a gestante durante todo o período da gravidez, até cinco meses após o parto. Esse direito se estende para as gestantes que trabalharam ou trabalham sem registro, e até mesmo para aquelas que já foram demitidas, como vamos explicar mais abaixo.

Infelizmente algumas empresas não respeitam os direitos da gestante, e demitem as empregadas em um dos momento mais importantes e que mais necessitam de cuidados e atenção.

Possibilidades e direitos

 

Descoberta da gravidez após a demissão, quais os direitos?

Descobriu a gravidez após a DEMISSÃO, mas o exame mostra que a gravidez iniciou antes: Nesse caso tanto com carteira assinada como sem, a empregada deverá COMUNICAR a empresa da gravidez. Já a empresa, deverá reintegrar (recontratar). Caso isso não aconteça, poderá cobrar em Juízo, todos os salários e demais verbas trabalhistas, desde a data da demissão até o 5º mês após o parto.
 

Descoberta da gravidez durante o aviso prévio, quais os direitos?

Descobriu a gravidez durante o AVISO PRÉVIO: Nesse caso tanto com carteira assinada como sem, a empregada deverá COMUNICAR a empresa da gravidez. Já a empresa, deverá cancelar o aviso prévio e manter o contrato de trabalho pelo período de estabilidade. Caso isso não aconteça, poderá cobrar em Juízo, todos os salários e demais verbas trabalhistas, desde a data da demissão até o 5º mês após o parto.
 

Demissão da gestante sem carteira assinada, quais os direitos?

SEM carteira assinada: Empresa NÃO sabia da gravidez e demitiu a gestante. Nesse caso a empregada deverá COMUNICAR a empresa da gravidez. Já a empresa, deverá reintegrar à gestante (recontratar). Caso isso não aconteça, poderá cobrar em Juízo, todos os salários e demais verbas trabalhistas, desde a data da demissão até o 5º mês após o parto, mas deverá pedir o reconhecimento do vínculo.
 
SEM carteira assinada: Empresa SABIA da gravidez e demitiu a gestante. Nesse caso a empregada terá direito de cobrar em Juízo, todos os salários e demais verbas trabalhistas, desde a data da demissão até o 5º mês após o parto, mas deverá pedir o reconhecimento do vínculo.
 
 

Demissão da gestante com carteira assinada, quais os direitos?

COM carteira assinada: Empresa NÃO sabia da gravidez e demitiu a gestante. Nesse caso a empregada deverá COMUNICAR a empresa da gravidez. Já a empresa, deverá reintegrar à gestante (recontratar). Caso isso não aconteça, poderá cobrar em Juízo, todos os salários e demais verbas trabalhistas, desde a data da demissão até o 5º mês após o parto.
 
COM carteira assinada: Empresa SABIA da gravidez e demitiu a gestante. Nesse caso a empregada terá direito de cobrar em Juízo, todos os salários e demais verbas trabalhistas, desde a data da demissão até o 5º mês após o parto.

Veja o exemplo de quanto uma empregada com salário de R$ 1.500,00 demitida no primeiro mês de gestação deixa de receber:

1º) Maria tinha um salário de R$ 1.500,00.

2º) Maria foi demitida no 1º mês de gravidez.

3º) Avisou a empresa e mesmo assim foi demitida.

4º) Ela terá direito a todas verbas trabalhistas.

5º) 14 meses de salário – R$ 21.000,00.

6º) 14 meses de décimo terceiro – R$ 1.750,00.

7º) 14 meses de férias – R$ 2.333,00.

8º) FGTS – 2.239,99.

TOTAL R$ 27.323,32.

Esse é o total que uma gestante deixa de receber, bem como pode ter direito se a empresa cometeu algumas das irregularidades que citamos acima.

Conheça o Escritório

 

 

Com escritórios na capital do Estado do Paraná, e na cidade de Cascavel, atendemos em 100% do Estado, toda e qualquer demanda de natureza trabalhista, destacando-se pela maneira objetiva, correta, moderna e eficaz que adota para assessorar clientes a solucionar problemas.

Entre em contato. Fale com nossa equipe através do nossos canais de atendimento online e esclareça facilmente todas suas dúvidas. 

Curitiba

Cascavel

O que dizem nossos clientes

 

Ninguém melhor do que nossos clientes para dizer sobre nosso trabalho.

Daniele Cordeiro

Atendimento excelente, eles estão prontos para nos atender de maneira rápida e eficiente.. pode confiar.

Anna Gaspar

Super atenciosos, prestativos, éticos e profissionais! Só tenho a agradecer e parabenizar todos !

Jéssica Morêno

Ótimo Atendimento! Tiraram toda as minhas duvidas! Excelentes.

Marlon Rafael Boni

Ótimo atendimento e profissionais responsáveis, super recomendo

O escritório Betiato Soares Advogados é uma sociedade de Advogados inscrita na OAB/PR nº 12.356 e inscrita no CNPJ sob o nº 42.872.912/0001-01.

O escritório Betiato Soares Advogados é uma sociedade de Advogados inscrita na OAB/PR nº 12.356 e inscrita no CNPJ sob o nº 42.872.912/0001-01.

Endereços:

Curitiba

Rua Gen. Mario Tourinho, nº 1746, sala 1601, Campina Siqueira, Curitiba - PR

advocacia@betiatosoares.com.br

Cascavel

Rua Antonina, nº 1244, Centro, Cascavel - PR

advocacia@betiatosoares.com.br